quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Resenha fofíssima do blog minhas escrituras

Resenha: Com o Amor de Uma Fada



Título: Com o Amor de Uma Fada
Autora: Eliane Galavote
Editora: All Print
Páginas: 158


Sinopse:

Esthela é uma jovem fada, cuja a missão é ajudar Pedro, um garoto problemático que está prestes a se perder no mundo sombrio das drogas. Para isso, Esthela deixa Avalon e parte para o mundo mortal. Mas ela percebe que sua missão não será assim tão fácil quanto ela achou que poderia ser. O mundo mortal é uma tremenda bagunça e Pedro está mais perdido do que imaginava. Seria uma fada capaz de se apaixonar?




Esse livro me fez lembrar de minha adolescência onde as nossas maiores preocupações eram que roupa vestir porque iria ver aquele menino lindo de nossos sonhos, ou porque estava com uns quilinhos a mais, ou porque era tímida e sentia vergonha de falar em público e o quanto nossos sentimentos são tão intensos que nos faziam sufocar as vezes, e como somos dramáticos também, foi uma época muito legal e de descobertas. Acredito que essa parte da intensidade ainda permanece vivo dentro e mim. (risos)

Esthela uma fadinha super doce que recebe sua primeira missão de ir ao mundo dos humanos e ajudar um garoto a não entrar nas influências das más companhias e das drogas. No mundo das fadas cumprir a sua missão significa adquirir a varinha super cobiçada e estar em um grau mais elevado e de experiência. Esthela estava insegura, mas com o apoio de sua melhor amiga fada Iris e de Anne a sua companheira de viagem, ela seguia em uma missão também.

-Se você continuar assim, não irá terminar o ensino médio. Onde está o seu caderno? - perguntou dona Ana, sentando-se na cadeira, encarando-o friamente.
-Está em casa - disse, balançando a cadeira de um lado a outro.
-Como você vem a escola sem material? ela perguntou, com uma expressão chocada.
Pedro deu de ombros e continuou a olhar para a janela sem eliminar a vontade de sair correndo e não ouvor mais nada. Estava cansado daquela mesma conversa.

Esthela iria ficar na casa da diretora da escola a qual iria estudar a Dona Ana e mesmo com toda a insegurança Esthela gostou muito dela e antes de vir para esse mundo dos humanos ela recebeu a benção da fada Rainha soberana do mundo mágico e confesso que adorei o hino criado pela nossa querida autora parceira Eliane.

Depois de ter chegado a casa de Dona Ana Esthela ficou maravilhada com todo o carinho que ela se dedicou para deixar tudo pronto para quando ela chegasse, pois Esthela estava se passando por uma sobrinha distante dela, mas tudo preparado com muito cuidado para que nenhuma das duas pudesse sofrer após Esthela voltar para o reino de Avalon após cumprir a sua missão. Ela estava muito ansiosa para conhecer Pedro Henrique esse era o nome do garoto que ela tinha como missão ajudar. Pedro era um menino revoltado com a separação dos pais e vivia bravo com a sua mãe, querendo chamar sua atenção de qualquer forma e andar com uns caras barra pesada na visão dele era a melhor maneira de atingi-la. Ele era marrento e se fechou para tudo e todos, bem diferente do garoto alegre e popular que sempre foi.

Assim que pisou na escola Esthela meio tímida foi se enturmando conhecendo futuros amigos que talvez levaria para sempre em seu coração puro de fada. Assim que olhou para Pedro e ele retribuiu o olhar Esthela sentiu seu coração de fada acelerado, será que nascia uma paixão ali? Mas fadas podiam se apaixonar por humanos? Ai só lendo mesmo para descobrir (risos). Eu achei a história legal e como eu disse no inicio me trouxe boas lembranças. A história é romântica de uma amor que é proibido, mas que ao mesmo tempo quando descoberto é algo maravilhoso de se sentir, para quem gosta de história romântica e pura esse livro é o certo de se ler, é um romance adolescente, bem lindo e que faz o coração bater mais forte nos fazendo lembrar que o verdadeiro amor ainda existe e que sim ele é inocente, é puro e nos preenche, bem diferente do que encontramos facilmente por ai, onde dizer eu te amo ficou como se fosse um bom dia que você dá para alguém pelo significado da boa educação.

No intervalo, Esthela procurou Pedro por todo o pátio disposta a se aproximar dele. Assim que o viu, encostado na parede, próximo a cantina, com fone de ouvido, varrendo o pátio com o olhar, até que ele a viu. Mas ela só chamou a atenção dele por um segundo. Não tinha certeza se ele a viu realmente, mas mesmo assim , quis se aproximar dele.

Eliane me encantou com esse lado do primeiro amor, primeiro beijo e inseguranças que faz parte de qualquer pessoa que gosta, é apaixonada ou que ama incondicionalmente alguém. Diante dos conflitos que Pedro vivia com seu exterior e interior, Esthela foi sabendo dosar sua delicadeza e o transformar, mas para saber como foi essa trajetória, só lendo mesmo o livro. Um personagem que me encantou muito foi o jeito do Bruno, ele sim demonstrou ser um ótimo amigo, um confidente que sabia ouvir e sabia falar as coisas nos momentos certos, fora a sua alegria contagiante que realmente me animou.

A Eliane sabe que me apaixonei pela capa desse livro desde do inicio que eu o vi pela primeira vez, pode parecer simples, mas eu simplesmente amei, também gostei muito da fonte da capa e da diagramação bem feita. Só achei que a Eliane poderia fazer uma sequência, quem sabe né??? (risos)

No mais eu recomendo, pois é uma leitura super fácil de entendimento, rápida e em minha visão não foi cansativa, li em dois dias, mas pelo motivo de falta de tempo, porque se eu pudesse eu teria lido em um só dia, porque é aquele tipo de história simples, mas gostosa de ler, então o que posso dizer que eu gostei muito.

E ai? O que acharam? Deixe seu comentário com o link do seu blog, pois quero sempre retribuir a visita. Xero!!!