segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Matéria publicada no Jornal Nossa Folha de Tietê. 13-09-2013


Uma paixão pelas palavras.

Por Lya Gallavote

 

Participei, no final de agosto, da Bienal do livro do Rio de Janeiro. Como escritora, ver os olhos das pessoas brilharem ao receber um autógrafo é muito gratificante (mas, muito mesmo!). É como se você pudesse sentir um sonho na vida real. Como se tudo o que você tivesse esperado, um dia a realidade te trás presente, para o concreto.

Como leitora, poder estar na Bienal, me satisfaz. Sentir o cheiro do livro, ver as cores em milhares de estantes, encontrar aquele autor que tanto esperava conhecer, receber um autógrafo tão querido, com palavras que te motivam e agradam.

Pessoas agitadas, felizes, procurando, esperando.

Milhares de pessoas de todos os lugares, reunidas em torno de um único tema: Livros. Seja em busca de um novo, um clássico, uma ficção, um romance, um suspense, infantil... são tantos os gêneros; ou até mesmo, apenas para estar presente em um lugar tão mágico.

Sei que nem todos já frequentaram uma Bienal do livro, mas eu acho que deveria ser uma visita obrigatória para a humanidade. Só quem foi é que sabe o que estou dizendo. E quem não foi... Eu recomendo!