sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

7 erros que um escritor iniciante não deve cometer


       1-      Emprestar ou enviar o seu original para que uma pessoa leia, sem registrá-lo no departamento de registros autorais da Biblioteca Nacional. (Consulte  www.bn.gov.br). Esse registro é uma garantia de que ninguém "roubará" seu texto e publicará sem sua autorização.

2-      Não aceitar críticas nem sugestões de terceiros. Saiba que uma opinião detalhada é sempre bem vinda para enriquecer seu texto. Ao escrever um livro, ficamos tão envolvidos com a história, que nem notamos pequenos detalhes que passam despercebidos. Precisamos, e muito, de críticas construtivas.

3-      Achar que sabe tudo sobre o Mercado Editorial. Impossível. Por mais que você aprenda, sempre aparecerá algum detalhe que vai te ajudar para se tornar um ótimo profissional da literatura, tanto no marketing como na  escrita de sua obra.

4-      Pedir dinheiro aos seus amigos para ajudá-lo na publicação de seu livro. Aposto como vão ficar com tanta raiva de você por causa da sua cara de pau, que ninguém comprará seu livro. Hoje em dia existem muitas plataformas de publicações acessíveis, que estão facilitando muito a vida do autor para levar seu trabalho ao leitor. Nada de apelação!

5-      Se autopromover achando-se o melhor escritor do mundo. A arrogância é a pior inimiga de um escritor iniciante. Seus leitores vão te odiar e, simplesmente, não vão comprar o seus livros por não simpatizarem com você ( e com razão!!). Logo, será um escritor falido.

6-      Escrever um texto com palavras difíceis que o leitor somente conseguirá interpretá-lo consultando um dicionário. Isso não significa que é para deixar seu texto pobre, sem qualidade. Mas,  estamos no século 21 onde as pessoas são práticas. O ideal é levar o leitor para dentro do seu texto, com emoção e isso só é possível, se a leitura for homogênea e sem interrupções constantes para poder interpretá-lo.

7-      Por mais ocupado que você seja, não ignore seus leitores. Arranje um tempo para interagir, seja pelas redes sociais ou participando de eventos literários. Claro que não precisa ser uma constante, afinal, você tem que escrever também. Porém, ninguém vai querer ler seu livro se não souber um pouco sobre você, qual sua linha de pensamento e que tipo de profissional você é. O Marketing pessoal é sua melhor estratégia para se tornar um escritor de grande sucesso.

Espero que tenha aproveitado as dicas. Boa sorte e seja feliz como escritor!

Gostou? Deixe seu comentário e sugestões!

Beijos!!