terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Não é fácil ser escritor no Brasil. E daí?


 

                     Quando comecei minha carreira como escritora, não imaginava que existissem tantos autores no mercado literário em nosso país. A cada dia, surgem milhares de novos escritores em busca do seu espaço, tentando conquistar o seus leitores, escrevendo o seu melhor texto para agradar o seu público.

 Acredito que muitos desistem no primeiro ano de trabalho, pelo simples fato de que os “Nãos” formarão uma barreira enorme, desanimando, desestimulando e até mesmo, destruindo o que um dia poderia se tornar um autor best seller.

Porém, eu aprendi, que a persistência é a alma do negócio. Não só na carreira de escritor, como em todas as outras. Todas as profissões têm o seu momento de ânimo e desânimo, glórias e derrotas, perdas e ganhos. E nem por isso, façamos que o nosso maior sonho seja impedido de realizar. Temos que lutar contra essa negatividade toda e acreditar que o melhor sempre estará por vir. O que seria dos fãs de Harry Poter, se nos primeiros “nãos” ( e olha que foram muitos!) JK Rowling desistisse de publicar um livro, que se tornaria fenômeno mundial?

Por isso, se você tem um sonho engavetado, aguardando a coragem aparecer, arrisque-se, persista e acredite que a realização profissional acontecerá em sua vida. Lembre-se que há espaço para todos, só depende de você conquistar o seu.

Boa sorte!